23/05/2018 8:23 - Atualizado em 31/07/2012 12:00

Notícias

ARQUIVO HISTÓRICO ESTADUAL

ARQUIVO HISTÓRICO ESTADUAL

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: De segunda à sexta, das 8h às 17h45.
(62) 3201-4656 / 4657
Centro Cultural Marieta Telles Machado, Praça Cívica, nº. 2, Centro

 

O Arquivo Histórico Estadual é o espaço da Secult Goiás (antiga Agepel) que abriga e organiza os documentos mais antigos e históricos do Estado. Sua origem está ligada aos primeiros tempos de Goiânia. Até 1924 competia a cada secretaria a custódia e a manutenção dos documentos. 
O nome Arquivo Público do Estado foi mantido, já em Goiânia, pela Lei n.º 441, de 8 de dezembro de 1944 e passou a ser subordinado à Secretaria de Justiça e Segurança Pública. Em 1961, o arquivo passou a ser chamado Arquivo Geral do Estado e foi anexado à Secretaria de Administração, recém-criada.

O nome Arquivo Público do Estado foi mantido, já em Goiânia, pela Lei n.º 441, de 8 de dezembro de 1944 e passou a ser subordinado à Secretaria de Justiça e Segurança Pública. Em 1961, o arquivo passou a ser chamado Arquivo Geral do Estado e foi anexado à Secretaria de Administração, recém-criada. 

O Arquivo Histórico Estadual tem início com o Decreto 169/74 que alterou o Decreto nº 180, de 24 de julho de 1967, passando o seu controle da Secretaria de Administração para a Secretaria de Educação e Cultura.

Por esse decreto, a documentação considerada permanente ou histórica que se encontrava no Arquivo Geral do Estado, passou a pertencer ao Departamento Estadual de Cultura, da Secretaria de Educação e Cultura (Lei nº 5613 de 13/11/1964). Este ato só foi efetivado em 1976, quando iniciou-se a organização do Arquivo Histórico Estadual. Em 1987, o Arquivo histórico Estadual ganha sede definitiva.

O Arquivo Histórico Estadual é uma unidade da Superintendência de Patrimônio Histórico e Artístico da secretaria. Tem a finalidade de receber, localizar, recolher, reunir, recuperar, preservar, organizar e divulgar o patrimônio documental do poder público, visando estimular estudos e pesquisas que revelem a memória e as raízes históricas do Estado. Os arquivos são classificados em Corrente, Intermediário e Permanente.

Os documentos recebidos e produzidos em todas as repartições públicas integram o chamado arquivo corrente, que está abrigado nas próprias repartições, em uso.

Quando sua procura torna-se esporádica e eventual, passam a fazer parte do chamado arquivo intermediário, abrigado nos órgãos e no chamado Arquivo Geral do Estado.

Depois disso, os documentos serão analisados e selecionados em função do seu valor histórico/cultural, devendo ser abrigados pelo Arquivo permanente, categoria em que estão incluídos os Arquivos históricos dos Estados.

O setor de Códices reúne 2,2 mil volumes, destacando registros de previsões e patentes, sesmarias, sindicâncias e correspondências dos presidentes da província e governadores com os diversos ministérios e secretarias de Estado.
O setor de Documentação Avulsa possui 1,61 mil caixas-arquivos, que se referem aos diversos departamentos da administração pública estadual, de 1731 a 1973.

A Hemeroteca, por sua vez, é constituída de 281 títulos de jornais, representativos da imprensa goiana em microfilmes e CDs.
O acervo dispõe ainda de plantas arquitetônicas residenciais e comerciais, das primeiras edificações de Goiânia, do período 1936/1939 e 1940.

Importância Sócio-cultural

Abriga e organiza os documentos mais antigos de Goiás, e ainda papéis mais recentes que sejam classificados como documentos históricos. Atende pesquisadores, historiadores e outros estudiosos, além de desenvolver pesquisas. O Arquivo Histórico também organiza exposições sobre datas comemorativas. Todo acervo está disponível para consulta no próprio local.

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Acontece na Secult

Nota Seduce – Fundo de Cultura...

CCON tem noite de poesia em língua portuguesa...

Cine Cultura recebe circuito de Cinema Chileno no Brasi...

Inscrições para shows no Fica 2015 terminam nesta ter...

Palco Sesc Aldeia Diabo Velho leva dança e música ao ...